Entidades do sistema de justiça se reúnem e debatem ferramenta política para eleições 2022

0
86

A FENAMP e a ANSEMP participaram de reunião com a FENAJUD (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados) e a FENAJUFE (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União), na última semana, para dialogar a respeito da criação de uma plataforma da classe trabalhadora. O intuito é reunir, em um mesmo espaço, propostas de interesse dos trabalhadores do sistema de justiça. Além disso, orientar os servidores a apoiar,  no pleito eleitoral deste ano, candidaturas comprometidas com o campo de atuação das Federações. A reunião aconteceu por meio de videoconferência.

As Federações irão sinalizar as pautas a serem defendidas, que dialoguem com a defesa da democracia, do desenvolvimento econômico e do trabalho, da soberania e dos direitos fundamentais da pessoa humana. A plataforma também contribuirá para identificar as pré-candidaturas existentes no âmbito das três entidades, consolidando dados e dando andamento ao projeto. Feito isso, em conjunto, as entidades irão criar uma Plataforma colaborativa.

Durante a reunião os dirigentes da FENAJUD apresentaram o que ficou aprovado no Conselho de Representantes das Entidades afiliadas e ressaltaram a importância da unidade das Federações nesse processo. A coordenadora-geral e os coordenadores apresentaram aos demais o que têm definido até o momento e o que poderá ser realizado a partir de agora, com as devidas contribuições.

As entidades voltarão a se reunir para organização das ações. O coordenador Ednaldo Martins ficou encarregado de receber os nomes dos participantes que atuarão na comissão de elaboração da plataforma.

Pela FENAMP e pela ANSEMO, participaram os coordenadores Tony Távora, Sandra Zembrzuski, Aloysio Carneiro Junior, Gilmar Rodrigues e Daniel Guerra. A FENAJUD foi representada pelos dirigentes Arlete Rogoginski, Emanuel Dall’Bello, Ednaldo Martins e José Ivonaldo. Pela FENAJUFE participaram Lucena Pacheco e Sandra Dias. 

Com informações: Ascom FENAJUD.