CNMP lança pesquisa sobre saúde mental; Participação de servidores é fundamental para política nacional de prevenção

0
65

A Comissão de Saúde do Conselho Nacional do Ministério Público (CES/CNMP) lançou, na sexta-feira (09), uma pesquisa sobre saúde mental no âmbito do Ministério Público. O objetivo do estudo é balizar uma futura política nacional sobre o tema. O questionário fica disponível para preenchimento até o dia 23 de julho.

O estudo está sendo realizado por parte do corpo técnico de especialistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) que realizou pesquisa semelhante para o SIMPE-RS, em âmbito estadual. A coordenadora da pesquisa do Rio Grande do Sul, Silvia Generali da Costa, foi apresentada à equipe da conselheira Sandra Krieger, presidente da CES, em reunião com a FENAMP e ANSEMP no final do ano passado. 

Segundo a conselheira Sandra Krieger, “o Projeto Bem-Viver entra em sua etapa mais sensível, em que é decisiva a participação de membros e servidores de todo o país: a pesquisa de saúde mental. Somente com uma ampla adesão dos integrantes do Ministério Público, respondendo ao questionário, poderemos definir com precisão os contornos da política nacional de atenção continuada à saúde mental”.

A coordenadora executiva da FENAMP, Erica Oliveira, também reforça que é fundamental a participação das servidoras e servidores na pesquisa: “O tema saúde mental há muito tempo nos preocupa e a pandemia reforçou ainda mais a necessidade de cuidar da saúde mental das pessoas. Esse estudo que está sendo realizado pelo CNMP é uma grande oportunidade para a obtenção de um diagnóstico da instituição e, consequentemente, para a construção de uma política nacional condizente com a realidade diagnosticada. Por isso, pedimos a toda a categoria para que respondam o questionário da forma mais fiel possível à sua realidade”.

Questionário  

A ferramenta escolhida para a aplicação da pesquisa garante o total anonimato dos respondentes. O tempo previsto para a resposta integral ao questionário é de 10 a 20 minutos.  

Acesse aqui a pesquisa. 

Acesse aqui o hotsite Bem Viver. 

Com informações: CNMP.