FENAMP e ANSEMP oficiam MPs estaduais pedindo adoção de teletrabalho diante de agravamento da pandemia

0
108

A FENAMP e a ANSEMP protocolaram ofícios, através do qual pedem a adoção do regime de teletrabalho em cinco Ministérios Públicos estaduais. A iniciativa foi motivada pelo agravamento da pandemia em todo o país. Os ofícios foram apresentados ao Ministério Público do Amapá, Paraíba, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe.

Os cinco estados apresentam média móvel de casos e óbitos em alta, de acordo com informações do consórcio de veículos de imprensa que está acompanhando a evolução da pandemia no Brasil. No entanto, o Ministério Público nesses estados seguia em trabalho presencial, ao menos, parcialmente. A pior situação é a dos estados do Amapá e Sergipe, que apresentam um aumento de 129% e 118%, respectivamente, na média de casos, em comparação com duas semanas atrás. 

Nesse cenário, a coordenadora executiva da FENAMP, Erica Oliveira, explica que “o objetivo dessa iniciativa da FENAMP e da ANSEMP é preservar a saúde dos servidores e da população que faz uso dos serviços dos MPEs, considerando que o isolamento e distanciamento social podem contribuir para dificultar a propagação do vírus e, consequentemente, novas contaminações”. 

O documento enviado aos MPs estaduais registra que algumas unidades do Ministério Público em outros estados já estão em regime de teletrabalho. “É importante destacar também que o regime de teletrabalho em nada compromete a produtividade da instituição tendo, em muitas unidades superado a marca de quando exercido presencialmente”, ressaltou Erica.