EM ELEIÇÃO ONLINE, SERVIDORES EFETIVOS DO MPSE ELEGEM NOVA DIRETORIA DO SINDSEMP-SE PARA BIÊNIO 2020-2022

-

A Comissão Eleitoral oficializa o resultado das votações para escolha da nova gestão do SINDSEMP-SE para o biênio 2020-2022. Foram registrados 144 votos válidos, todos computados para a chapa única “Juntos Somos Fortes”.

Deste total, foram registrados 10 votos em separados para análise da Comissão Eleitoral devido a dificuldades de autenticação dos filiados ao acessar o sistema de votação. Desses votos, após análise criteriosa, um foi recusado por não estar na lista de filiados aptos a votar e os outros nove constavam com erro de digitação do CPF ou data de nascimento com dia, mês ou ano errado, que após devidamente verificados na lista de filiados do Sindicato, foram anexados aos números finais.

A apuração e verificação dos votos separados foram feitas pela Comissão Eleitoral logo após o encerramento das votações. O resultado final foi divulgado internamente aos filiados do SINDSEMP-SE pouco antes de 1h dessa terça, dia 1 de dezembro.

O SINDSEMP-SE parabeniza os/as filiados/as pela participação nesse importante momento para os Servidores Efetivos do MPSE e, especialmente, a chapa eleita “Juntos Somos Fortes” Confira mais uma vez os nomes dos/as colegas que conduzirão os trabalhos de representar a categoria.

Diretoria Executiva do SINDSEMP-SE (2020-2022):

  • ANTÔNIO CARLOS ANDRADE DE CARVALHO – Coordenadoria de Relações Institucionais e Comunicação
  • ALEX ESTEVAM DE SOUZA LEITE – Coordenadoria de Administração e Finanças
  • FELIPE LEANDRO PODEROSO BISPO DA MOTA – Coordenadoria de Formação Sindical
  • SAULO DOS SANTOS LOPES CRUZ – Coordenadoria de Assuntos Jurídicos
  • ALEXANDRE MENDONÇA SANTOS – Coordenadoria de Cultura e Lazer
  • IZAC SILVA DE JESUS – Coordenadoria de Secretaria Geral
  • HUDSON DE JESUS OLIVEIRA – Coordenadoria de Aposentados e Pensionistas
  • RUIRONALDI DOS SANTOS CRUZ – Coordenadoria de Saúde dos Trabalhadores
  • MAYARA CARVALHO MELLO FONTES – Coordenadora de Políticas Sociais

Conselho Fiscal:

  • MAX JEAN VIEIRA DE OLIVEIRA – Conselheiro Fiscal e Consultivo
  • ALEXANDRE GONÇALVES SILVA – Conselheiro Fiscal e Consultivo
  • LARISSA DOS SANTOS SANTANA MAIA – Conselheira Fiscal e Consultiva
  • FERNANDA TAGEANNE CORREIA GAMA – Suplente do Conselho Consultivo e Fiscal
  • FÁBIO ERIK MONTE DA SILVA – Suplente do Conselho Consultivo e Fiscal
  • LAÍS GOMES VASCONCELOS – Suplente do Conselho Consultivo e Fiscal

Últimas

Retomada da luta contra a Reforma Administrativa

Um dos principais objetivos deste artigo é mais uma vez demonstrar a amplitude e a complexidade do que se convencionou chamar “Reforma Administrativa”. Que não se encerra numa PEC e em mais alguns outros projetos. A leitura é necessária, vasta, complexa e tem que ser permanente. Vladimir Nepomuceno* Em fevereiro, o Congresso retoma suas atividades…

GO – SINDSEMP SOLICITA REUNIÃO COM PGJ PARA TRATAR SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO AUXÍLIO-SAÚDE 

SINDSEMP SOLICITA REUNIÃO COM PGJ PARA TRATAR SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO AUXÍLIO-SAÚDE  20 de Janeiro de 2021, 15h00 O programa de assistência à saúde suplementar dos membros e servidores do Ministério Público, o auxílio saúde, é tema de reunião solicitada junto ao PGJ. Antes negado por falta de regulamentação, o benefício agora é amparado pelo…

MA – 9 Dicas para ter mais qualidade de vida em casa e no trabalho

Como alcançar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal?Muitos servidores públicos e trabalhadores em geral passam horas de seus dias numa mesa de escritório, seja num ambiente comercial ou em uma repartição pública. Com isso, é comum não conseguir encontrar uma justa medida entre trabalho e casa, e, com isso, prejudicar a qualidade de vida…

MT – MPE revoga demissão de ex-sindicalista que foi exonerado na gestão de Prado

O Ministério Público Estadual (MPE) revogou a demissão do servidor João Guilherme de Oliveira Vicente Ferreira, ex-presidente do Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Estado de Mato Grosso (Sindsemp-MT). Ferreira havia sido demitido por se ausentar do cargo por um ano supostamente sem autorização administrativa da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), enquanto tinha atuação sindical.

Mais Lidas

Você tambám vai se interessarRelacionado
Para você