CSP-Conlutas – Relatório do setorial transporte realizado em 14/2/2020

0
239

SETORIAL TRANSPORTE

Presentes 17 companheiros e companheiras entre rodoviários, metroviários, caminhoneiros.

Debatemos os diversos temas dos diversos estados e categorias.

Resoluções:

  • Todo apoio à chapa 2 dos Rodoviários da PB no processo eleitoral com grandes chances para a Chapa da CSP-Conlutas. O processo ainda está com o ministério Público.
  • Apoio para a criação da associação dos Rodoviários de Araraquara, interior de São Paulo.
  • Chamado para o Congresso do Sindicato dos Metroviários do RS nos dias 28, 29 de fevereiro e 1 de março. Este Congresso terá participação de um metroviário do Sindicato de Paris e um diretor do Sindicato dos ferroviários da França, protagonistas dos processos de mobilização deste país.

O Sind também encampa a campanha pela reintegração de 6 trabalhadores que tiveram seus contratos de trabalho suspensos por causa da Greve Geral em 2019.

Também luta contra a privatização da Trensurb.

  • Intensificar via a CSP-Conlutas contra a privatização do sistema metro ferroviário, CBTU, Trensurb, Metrô de SP, e também da empresa de ônibus carris do Rio Grande de Sul. E também a luta pela estatização e reestatização do setor.
  • Intensificar a Campanha pela Manutenção do Cobrador em todo país. Divulgar a Campanha vitoriosa dos [email protected] rodoviários de POA que conseguiram na luta derrubar o projeto de extinção do cobrador.
  • Organizar com os diversos fóruns do setor um comitê Nacional contra a Privatização e pela defesa do cobrador de ônibus.
  • Incentivar o trabalho com os setores dos aplicativos que iniciam um relacionamento com a CSP-Conlutas.
  • Organizar juntos com os metroviários de SP um debate com os ferroviários e metroviários da França que estarão em São Paulo no início de Março.
  • Divulgar a camisa do setorial de transporte da CSP-Conlutas.
  • Divulgar as lutas e as campanhas em todo país do setor de Transporte.
  • Todo apoio à greve dos petroleiros e em defesa da Petrobrás 100% estatal sob controle dos trabalhadores. Bem como apoio a todas as lutas dos trabalhadores em defesa do patrimônio público, dos seus direitos, contra os ataques dos diversos governos.
  • Criar formas de contato com o nosso trabalho inicial com o setor dos caminhoneiros.