Entidade participa de ato em defesa dos servidores do MPMG

-

Os servidores do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) realizaram nesta quarta-feira (16) um ato público em defesa da data-base da categoria. A manifestação ocorreu em frente ao órgão e contou com a presença do presidente da Associação Nacional de Servidores do Ministério Público (Ansemp), Aldo Clemente, e do vice-presidente da entidade e presidente da Sindsemp-rj, Flávio Sueth.

“Estamos unindo forças para atuar na defesa dos servidores do MPMG, assim como também poder contribuir com a melhoria do serviço prestado pelo órgão a população”, disse Aldo.

Os servidores realizaram um buzinaço. Depois, representantes do grupo se reuniram com o procurador-geral de Justiça do MPMG, Heleno Rosa Portes, para tratar desta e de outras demandas relativas à categoria.

Últimas

Assemperj promove encontros com os candidatos a PGJ

A Assemperj/Sindsemp-RJ entregou nesta semana uma carta aberta dos servidores do MPRJ aos candidatos a Procurador-Geral de...

Servir Brasil lança mais um estudo sobre administração e o serviço público no país

O 14º Estudo Técnico sobre a administração e os servidores públicos brasileiros acaba de ser publicado pela Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil). A nova edição é dedicada ao impacto da Reforma Administrativa para atuais e futuros servidores. A publicação esmiúça cada uma das alterações prevista no Artigo 39-A da Proposta.

Avaliação de desempenho não pode ser ferramenta de perseguição a servidor

Tendo como um de seus pilares a temática de produtividade do setor público, a Reforma Administrativa (PEC 32/20) propõe mudanças na avaliação de desempenho para o servidor, mas não apresenta uma proposta para isso, e uma das grandes questões é quais critérios e medidas serão utilizados para julgar esse conjunto de comportamentos.

RJ – Estudo do Dieese aponta perdas de até 38% nos salários dos servidores do MPRJ

O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) realizou um estudo encomendado pela Assemperj/Sindsemp-RJ que apontou perdas inflacionárias nos salários dos servidores do MPRJ de até 38% desde a última recomposição, e sem levar em consideração o congelamento dos triênios.

Mais Lidas

Você tambám vai se interessarRelacionado
Para você