RS – PCCS: Negociação com MPRS inicia dia 5 de agosto

-

Em reunião com as entidades no dia 18 de julho, o Procurador-Geral de Justiça, Dr. Fabiano Dallazen, oficializou o início das negociações do PCCS no dia 5 de agosto. Será estabelecida uma mesa de negociação com representantes de todas as entidades e da administração do Ministério Público para debater uma proposta que, posteriormente, será levada à apreciação da categoria, antes de ser enviada à Assembleia Legislativa.

Participaram da reunião pelo MPRS, o Dr. Fabiano Dallazen, o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos, Benhur Biancon Junior, o Diretor-Geral, Roberval da Silveira Marques, e a Promotora-Assessora da Subprocuradoria-Geral para Assuntos Administrativos, Dra. Carla Cabral Lena Souto. Pelas entidades, além do Sindicato, estiveram presentes representantes da APROJUS, AGEAMPRS, AAPJ/RS e a ANACOMP.

Um importante passo

Para as entidades, a disposição da administração de abrir a mesa de negociação representa um importante passo na luta pela conquista de um Plano de Carreira. Ela é resultado da pressão da categoria, que vem denunciando os mais de cinco mil dias sem qualquer negociação sobre o tema. Uma das importantes manifestações, que tem mantido a demanda viva, tem sido as quartas-feiras do luto, que no dia 15 de agosto, completa um ano.

O presidente do SIMPE-RS, Jodar Pedroso, destaca que, apesar de não ter sido apresentada uma minuta, a abertura da negociação é um avanço que deve ser comemorado. “Com vontade política podemos construir um plano de carreira que fique bom para os dois lados”, ponderou ele, ressaltando que o norte para os servidores, é o plano já aprovado pela categoria e que foi entregue à administração em 2017.

O dirigente lembra que a data de 5 de agosto coincide com o retorno do recesso dos parlamentares, o que possibilita as entidades iniciarem conversas com os deputados no sentido de sensibilizar para a situação dos servidores e criar um clima favorável ao projeto no momento que este venha a ser enviado ao legislativo.

Jodar explicou, também, que a apresentação de uma minuta deve se dar a partir da primeira reunião e que a mesma será analisada e debatida de forma a chegar a um consenso, facilitando sua tramitação.

“Nos últimos sete anos não conquistamos nada parecido com isso. Sabemos que não está na velocidade que gostaríamos, mas estamos avançando”, ponderou ele, alertando que a proposta não deve ser a “dos sonhos” da categoria, mas afirma que as entidades têm importantes ideias para propor à administração, de forma que a proposta seja aceita, sem alargar o patamar de investimento na proposta já aprovada pela categoria e entregue à administração.

Perspectivas

Em suas colocações, o PGJ fez uma explanação sobre o cenário financeiro de restrições que está colocado pelo governo do Estado e destacou a dificuldade em aprovar, na Assembleia Legislativa, qualquer projeto que tenha impacto financeiro, especialmente frente a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) aprovada recentemente na Casa. Mas, segundo ele, o MPRS está tentando negociar e melhorar o quadro de restrições financeiras e sinalizou que a perspectiva é de que, até final do ano, a proposta tenha sido aprovada e em janeiro de 2020, os servidores do MRS deixem de ser os únicos no País a não ter um plano de carreira.

Participação

Após a reunião, em uma live feita pelo SIMPE-RS, os servidores tiveram oportunidade de ouvir um relato detalhado da reunião e fazer perguntas ao vivo. Servidores de diferentes promotorias participaram, fazendo perguntas sobre prazos, datas, dificuldades que poderão ser colocadas pelo governo, entre outras.

Os dirigentes responderam a todas elas e frisaram que é um
momento de discussão que exige calma e maturidade da categoria. “Depois de um
longo tempo sem qualquer avanço, temos uma possibilidade real de discutir um
plano de carreira e queremos construir um plano viável. Abrimos uma negociação
e avançamos, agora temos que ter tranquilidade e controlar a ansiedade, para garantir
que o PCCS contemple as expectativas e seja de fato implantado”.

As entidades também solicitaram ao PGJ que se manifestasse junto aos servidores ratificando a disposição de negociar e informando sobre a mesa de negociação. Nesse sentido, foi enviado e-mail pela intranet aos servidores, dando conta da disposição da administração em dar andamento efetivo a esta questão. No e-mail, o PGJ informa sobre a reunião do dia 18 e afirma que “a intenção é construir um plano que compatibilize a valorização dos servidores com a constituição de uma gestão austera da instituição. Será necessária disposição de um debate maduro e a identificação de pontos de consenso”.

Veja aqui o email enviado aos servidores

O SIMPE-RS se prepara agora para a primeira reunião, dia 5
de agosto, e reitera aos servidores a importância de manter a unidade e a
disposição de luta para, finalmente, garantir que a negociação do PCCS tenham
andamento e ele venha a ser implantado. Continuamos na luta.

Assessoria de Comunicação

19/07/2019 11:10:32

Últimas

FENAMP participa de reunião com líder Frente Parlamentar Mista da Reforma Administrativa

A FENAMP e a ANSEMP participaram, na quarta-feira (21), de reunião com o líder Frente Parlamentar Mista...

Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público apresenta pedido de suspensão da tramitação da PEC 32/2020

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) protocolou, na noite de quarta-feira (21),...

Em ação com outdoors, SINDSEMP-SE dá visibilidade na luta contra Reforma Administrativa

O SINDSEMP-SE está empenhado na campanha de informação sobre os malefícios da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020,...

Frente Servir Brasil cobra divulgação de dados que governo federal usou para Reforma Administrativa

Os parlamentares da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) protocolaram, na noite desta quarta-feira (21/10), um mandado de segurança que solicita ao Ministério da Economia abertura de dados que deram suporte à PEC 32/2020, conhecida como a Reforma Administrativa.

Mais Lidas

- Advertisement -

Você tambám vai se interessarRelacionado
Para você