RS – Quarta-feira do luto tem que continuar

-

No último dia 17, os servidores realizaram mais uma quarta-feira do luto nas promotorias do MPRS. A ação, que acontece há quase um ano, é uma das mais simbólicas e sistemáticas manifestações contra a vergonhosa situação do MPRS, que é o único do país a não ter um plano de carreira para os servidores.

E agora, mesmo com o estabelecimento da mesa de negociação, a partir de 5 de agosto, para debater uma proposta de PCCS, a orientação do Sindicato é que a mobilização continue até a conquista efetiva de um plano de carreira.

Na reunião do dia 18, das entidades com a Administração do MPRS, ficou definido que as negociações iniciam dia 5 de agosto. Mas ainda há um importante caminho a ser percorrido até a implantação do plano e, neste período, é importante a categoria demonstrar unidade e disposição de lutar. Nossa caminhada que começa dia 5, terá etapas a serem vencidas, primeiro internamente, junto à Instituição, e depois, junto ao legislativo. Assim, é fundamental que a quarta-feira do luto permaneça, inclusive para esclarecimentos e conquista do apoio da população e dos membros, que será importante nas negociações com os deputados.

À medida que as negociações forem avançando, serão debatidas estratégias com a categoria para garantir a aprovação de uma proposta que atenda minimamente as expectativas dos servidores. Por isso, o Sindicato reitera a necessidade de que todos acompanhem os debates, o andamento das negociações e que no final, possamos comemorar a vitória de uma das mais importantes conquistas da categoria, que é o plano de carreira com valorização dos servidores. Principalmente, porque não será resultado da generosidade das sucessivas administrações, mas sim, fruto da luta incansável de cada trabalhador do MPRS, que há mais de quinze anos busca este direito e que se vêem hoje obrigados a amargar o título de serem os únicos do país a não terem ainda uma carreira.

Na próxima quarta-feira, dia 24, todos de preto nas promotorias e unidades de trabalho. Nossa unidade é nossa força e a garantia de avançar nas nossas conquistas.

Assessoria de Comunicação

Últimas

GO – SINDSEMP SOLICITA REUNIÃO COM PGJ PARA TRATAR SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO AUXÍLIO-SAÚDE 

SINDSEMP SOLICITA REUNIÃO COM PGJ PARA TRATAR SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO AUXÍLIO-SAÚDE  20 de Janeiro de 2021, 15h00 O programa de assistência à saúde suplementar dos membros e servidores do Ministério Público, o auxílio saúde, é tema de reunião solicitada junto ao PGJ. Antes negado por falta de regulamentação, o benefício agora é amparado pelo…

MA – 9 Dicas para ter mais qualidade de vida em casa e no trabalho

Como alcançar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal?Muitos servidores públicos e trabalhadores em geral passam horas de seus dias numa mesa de escritório, seja num ambiente comercial ou em uma repartição pública. Com isso, é comum não conseguir encontrar uma justa medida entre trabalho e casa, e, com isso, prejudicar a qualidade de vida…

MT – MPE revoga demissão de ex-sindicalista que foi exonerado na gestão de Prado

O Ministério Público Estadual (MPE) revogou a demissão do servidor João Guilherme de Oliveira Vicente Ferreira, ex-presidente do Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Estado de Mato Grosso (Sindsemp-MT). Ferreira havia sido demitido por se ausentar do cargo por um ano supostamente sem autorização administrativa da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), enquanto tinha atuação sindical.

Nota de Repúdio — Aprovação da PEC 186/19

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) repudia a iniciativa do governo federal de acelerar a articulação no Congresso Nacional visando à aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 186/19. A PEC 186/19 institui mecanismos de ajustes fiscais para reduzir gastos públicos, incluindo a redução de jornada de trabalho e…

Mais Lidas

Você tambám vai se interessarRelacionado
Para você