CSP-Conlutas – Nesta quinta (4), centrais sindicais lançam abaixo-assinado e cartilha contra Reforma da Previdência

Como parte do calendário de ações contra a Reforma da Previdência, as centrais sindicais lançam nesta quinta-feira (4), em São Paulo, uma campanha nacional de abaixo-assinado que reivindica da Câmara dos Deputados o arquivamento da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 06/2019, que ataca as aposentadorias e direitos previdenciários no país.

O ato está marcado para as 10 horas, na Praça Ramos, na região central de São Paulo. Na manifestação, as entidades também farão o lançamento de uma cartilha informativa sobre os ataques contidos na Reforma da Previdência do governo Bolsonaro, e divulgarão a calculadora elaborada pelo Dieese, que permite ao trabalhador calcular sua aposentadoria pelas regras atuais e após as mudanças propostas pelo governo.

A orientação é que essas iniciativas sejam reproduzidas em todos os estados e regiões a partir desta semana.

Esta atividade foi definida pelas centrais sindicais em reunião realizada no último dia 26, em que uma nova jornada de lutas foi aprovada.

O calendário inclui ainda uma ação conjunta das centrais sindicais no aeroporto de Brasília no dia 16/4, para pressionar os deputados a se posicionarem contra a Reforma da Previdência, e o apoio e participação na greve nacional da Educação, programada pelos professores da rede pública para o dia 24 de abril (*essas são as novas datas definidas após ajustes ocorridos após a reunião das centrais)

“O dia nacional de lutas em 22/3 foi vitorioso e demonstrou que os trabalhadores já se conscientizaram da gravidade dos ataques da Reforma da Previdência de Bolsonaro. Seguiremos avançando com a campanha para conscientizar e mobilizar cada vez mais a classe trabalhadora, rumo à Greve Geral”, afirma a integrante da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas Renata França.

Confira os materiais lançados:

Centrais sindicais vão a Brasília

Dirigentes das centrais sindicais estarão em Brasília nesta terça (2) e quarta-feiras (3), para participar de encontros com os presidentes da Câmara e do STF, além da Procuradoria Geral do Trabalho, para tratar da Reforma da Previdência e da MP 873.

Nesta terça, haverá reunião com Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara, e com Ronaldo Fleury, procurador-geral do Trabalho. Na quarta, o encontro será com o ministro Dias Toffoli, presidente do STF.

As centrais vão denunciar os efeitos nefastos tanto da Reforma da Previdência, quanto da MP 873, e reivindicar a suspensão de ambas as medidas. A CSP-Conlutas estará presente.

Confira o calendário de lutas já aprovado:

  • 4/4 – Lançamento de abaixo-assinado, cartilha e calculadora do Dieese (Praça Ramos, em SP, às 10h)
  • 16/4 – Ação unificadas das centrais sindicais no aeroporto de Brasília com pressão sobre os deputados
  • 24/4 – Dia Nacional de Lutas dos professores e trabalhadores da Educação
  • 1° de Maio – Ato unificado das centrais sindicais
  • Rumo à Greve Geral!
banner (1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here