RS – Mobilização da quarta-feira de luto pelo PCCS cresce no Estado

-



A categoria atendeu ao chamado do Sindicato e nesse dia 20/03, os servidores do MPRS realizaram mais uma quarta-feira de luto pelo PCCS. A atividade foi mantida em decisão da categoria na assembleia conjunta do último dia 15, que também deliberou pelo fortalecimento e ampliação da ação.

O objetivo é mostrar e registrar, semanalmente, o descontentamento da categoria com a forma como a Administração do MPRS tem tratado a questão do Plano de Carreira. Especialmente a negativa em retomar as negociações sobre o tema, apesar de todas as tentativas do Sindicato e demais entidades neste sentido.

Além da manutenção das quartas-feiras do luto, os servidores também definiram outras ações com foco na apresentação pela Administração, o mais rápido possível, de um plano para ser levado à apreciação dos servidores.

Na avaliação do servidor Dilvar Dias Bica, o luto das quartas-feiras atrai olhares e, não raras vezes, questionamentos das chefias imediatas sobre seu motivo. “Tal iniciativa evidencia a insatisfação dos servidores pela falta de plano de carreira. Que bom que não perdemos o senso de indignação. O Ministério Público do Rio Grande do Sul é o único MP do Brasil que NÃO TEM plano de carreira para seus servidores. Isso é inaceitável”, ponderou ele. Passo

VEJA FOTOS DO ENCONTRO

Cinco anos
No próximo dia 1º de abril, completam cinco anos que o PCCS não tem qualquer movimentação. Os servidores já entregaram sua proposta, estudos de impacto financeiro, solicitaram reuniões para tratar a questão, fizeram abaixo-assinados, garantiram o apoio de diversos promotores, discutiram coletivamente em assembleias ações e encaminhamentos relacionados ao Plano. Mesmo assim, a atual administração, que termina em junho, e apesar de ter se comprometido durante as eleições em encaminhar a questão, não fez qualquer movimento na direção de garantir um Plano aos servidores do MPRS. A única posição, dada recentemente, foi de que apresentará uma proposta até maio, o que, para a categoria, é muito tarde tendo em vista o final da gestão.

O SIMPE-RS reforça a importância desta ação, como forma de mostrar ao MPRS a indignação da categoria com a situação que coloca os servidores gaúchos como os únicos, em todo o Brasil, que não têm ainda uma plano de carreira.

É preciso que todas as quartas-feiras, cada vez mais servidores se engajem no dia do luto, não só por ter sido uma decisão de assembleia, mas principalmente porque é uma forma de demonstrar unidade e o descontentamento com esta condição.

Assessoria de Comunicação
20/03/2019 22:58:06

Últimas

Nota de Repúdio Contra o Assédio Moral no MPSE

O SINDSEMP-SE vem observando durante os últimos meses uma conduta injusta e imoral por parte de alguns...

PDT se posiciona contra a Reforma Administrativa de Bolsonaro e Guedes

O site O Cafezinho divulgou, na terça-feira (20), que a cúpula nacional do PDT decidiu que suas...

Reforma Administrativa: Pressão sobre parlamentares indecisos e com ressalvas à PEC 32/2020 poderá definir futuro do serviço público no país

A FENAMP analisou o relatório acerca do posicionamento de senadores e deputados federais em relação à Reforma...

FENAMP participará de Plenária Nacional de servidores públicos no sábado (24): objetivo é construir Dia Nacional de Luta Contra a Reforma Administrativa

FENAMP participará de Plenária Nacional de servidores públicos no sábado (24): : objetivo é construir Dia Nacional de Luta Contra a Reforma Administrativa.

Mais Lidas

- Advertisement -

Você tambám vai se interessarRelacionado
Para você