RS – Assembleia conjunta dia 15/03. Participação da categoria é fundamental!

-



Entre os temas que serão tratados no encontro estão o PCCS, a reposição salarial e o auxílio-refeição

Os dirigentes do SIMPE-RS, da APROJUS (Associação dos Servidores do Ministério Público), da AAPJ (Associação dos Assistentes de Promotoria de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul) e AGEAMPRS (Associação dos Agentes Administrativos do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul) estão convocando os servidores para participarem, no próximo dia 15 de março, uma sexta-feira, de assembleia geral conjunta. A atividade será às 13h em primeira convocação e às 13h30, em segunda convocação, no Hotel Embaixador (Rua Jerônimo Coelho, 354, Centro Histórico), em Porto Alegre.

Nessa assembleia serão definidos encaminhamentos sobre importantes pautas para os servidores, como o Plano de Carreira, a reposição salarial e o auxílio-refeição.

No caso do Plano de Carreira, é necessário definir as próximas ações para garantir o encaminhamento de proposta pela Administração antes de maio, período sinalizado em reunião com as entidades pelo PGJ. Para as entidades, maio antecede o período eleitoral para escolha do novo Procurador-Geral e a avaliação é que o envio de um projeto neste período é prejudicial aos trabalhadores. Corre-se o risco de não haver comprometimento com a questão nem de quem está saindo, no caso o atual PGJ e nem de quem está entrando, que poderá usar o argumento de que precisa avaliar melhor o assunto. Assim, temos que pensar estratégias e ações para buscar que a proposta seja apresentada antes de maio.

Em relação a campanha salarial – reajuste de 5,58% – estamos começando uma nova caminhada. A proposta foi desarquivada, mas precisa passar novamente por todas as etapas do processo legislativo. Para as entidades, dificilmente terá pareceres diferentes dos anteriores, mas a julgar pela votação das PEC’s que retiraram direitos dos servidores, como da contagem do tempo ficto de serviço e da licença-prêmio, a avaliação é que será preciso fortalecer a luta junto aos deputados, na Assembleia Legislativa.

A base do governo está forte na Casa e Eduardo Leite já se posicionou em relação ao tema, quando enviou documento ao STF apoiando a ADI que reduz a jornada de trabalho com redução dos salários. Portanto, esta é outra questão para a qual temos que tirar encaminhamentos, com fortes mobilizações e que mostrem aos deputados e à sociedade, que estamos desde 2015 sem qualquer reajuste, apesar dos recursos terem sido provisionados em anos anteriores.

Outro tema que será tratado na assembleia é quanto à equiparação do auxílio-refeição dos servidores ao dos membros. Esta é uma luta também antiga da categoria, e vem somar a outras já feitas pelo Sindicato em relação ao auxílio-alimentação. O RS é um dos poucos Estados da Federação que ainda trata este direito de forma discriminatória, que tem o menor valor entre todas as unidades do país e mesmo se comparado com outros órgãos do Estado, os servidores do MPRS também estão muito aquém quanto a este benefício.

O auxílio-refeição é um direito social e trabalhista de caráter indenizatório, não incorporado à remuneração ou subsídio, já que tem fim alimentar concedido inicialmente a empregados e servidores públicos, bem como aos membros dos poderes e de entes autônomos. O princípio da isonomia está previsto na Constituição e a discriminação que vem sendo imposta pelo MPRS apenas gera mais indignação e o sentimento de injustiça e desvalorização entre os servidores. Na maioria, senão em todos os demais estados, os servidores do MP recebem o mesmo valor pago aos membros a título de auxílio-refeição.

Estes e outros assuntos serão debatidos na assembleia do dia 15 de março. Por isso, reiteramos a importância da participação maciça dos servidores, de forma a garantir que as deliberações sejam de fato da maioria e que haja um real engajamento de todos nas lutas. Frente aos sistemáticos ataques dos governos aos nossos direitos, a alternativa via luta e resistência, com o fortalecimento das entidades representativas, se faz cada vez mais necessária. Dia 15 de março, participe da assembleia geral conjunta.
Assessoria de Comunicação
02/03/2019 10:41:07

Últimas

FENAMP participa de reunião com líder Frente Parlamentar Mista da Reforma Administrativa

A FENAMP e a ANSEMP participaram, na quarta-feira (21), de reunião com o líder Frente Parlamentar Mista...

Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público apresenta pedido de suspensão da tramitação da PEC 32/2020

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) protocolou, na noite de quarta-feira (21),...

Em ação com outdoors, SINDSEMP-SE dá visibilidade na luta contra Reforma Administrativa

O SINDSEMP-SE está empenhado na campanha de informação sobre os malefícios da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020,...

Frente Servir Brasil cobra divulgação de dados que governo federal usou para Reforma Administrativa

Os parlamentares da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) protocolaram, na noite desta quarta-feira (21/10), um mandado de segurança que solicita ao Ministério da Economia abertura de dados que deram suporte à PEC 32/2020, conhecida como a Reforma Administrativa.

Mais Lidas

- Advertisement -

Você tambám vai se interessarRelacionado
Para você