MPF convoca audiência pública sobre educação indígena na Ilha do Bananal (TO)

-

O Ministério Público Federal (MPF) no Tocantins realizará audiência pública na próxima quarta (31), às 13h30, na Aldeia Canuanã, localizada na Ilha do Bananal, para promover o debate entre o MPF, comunidades indígenas da região, a Secretaria Estadual de Educação do Tocantins, órgãos e autoridades públicas que atuam em questões relacionadas aos direitos dos indígenas e a comunidade local. Na ocasião, serão debatidos assuntos como as necessidades de reformas na infraestrutura física das escolas indígenas da Ilha do Bananal e outros assuntos relacionados à educação indígena”.

Os órgãos e instituições convidados para compor as mesas temáticas são a Seduc-TO, Diretoria Regional de Ensino de Gurupi/TO, Fundação Nacional do Índio (Funai/TO), Conselho das Organizações Indígenas do Povo Javaé da Ilha do Bananal (Conjaba), a Secretaria Municipal de Educação de Formoso do Araguaia/TO e o Conselho Estadual de Educação Indígena do Tocantins. Além de exposições dos componentes da mesa, a audiência estará aberta para considerações de qualquer participante que estiver interessado.

Íntegra do Edital de Convocação

Fonte: MPF

Últimas

FENAMP participa de reunião com líder Frente Parlamentar Mista da Reforma Administrativa

A FENAMP e a ANSEMP participaram, na quarta-feira (21), de reunião com o líder Frente Parlamentar Mista...

Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público apresenta pedido de suspensão da tramitação da PEC 32/2020

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) protocolou, na noite de quarta-feira (21),...

Em ação com outdoors, SINDSEMP-SE dá visibilidade na luta contra Reforma Administrativa

O SINDSEMP-SE está empenhado na campanha de informação sobre os malefícios da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020,...

Frente Servir Brasil cobra divulgação de dados que governo federal usou para Reforma Administrativa

Os parlamentares da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) protocolaram, na noite desta quarta-feira (21/10), um mandado de segurança que solicita ao Ministério da Economia abertura de dados que deram suporte à PEC 32/2020, conhecida como a Reforma Administrativa.

Mais Lidas

- Advertisement -

Você tambám vai se interessarRelacionado
Para você