Segue a luta e a mobilização contra o congelamento salarial e da carreira no MPBA

-

Fernando Ribamar, coordenador FENAMP, acompanhou e participou da atividade dos servidores do MP baiano nesta terça-feira.
Cumprindo as deliberações da Assembleia Geral realizada pela categoria no dia 30/05/2017, os servidores do Ministério Público do Estado da Bahia paralisaram as atividades neste dia 20/06/2017. Essa foi a última das paralisações deliberadas nesse semestre dentro da Campanha Congelados, que tem como objetivo demonstrar a insatisfação quanto à falta de empenho da Administração Superior do MPBA na defesa da autonomia administrativa e financeira da instituição, bem como da valorização de seus servidores há dois anos sem reposição inflacionária, além de cobrar da Assembleia Legislativa (ALBA) a aprovação do PL nº 21.346/2015 (Evolução na carreira) e do PL nº 22.019/2016 (Reposição inflacionária de 2015).
Como de praxe, a Diretoria Executiva do SINDSEMP-BA fixou faixas em frente à sede do MP/CAB e fez esclarecimentos, atualizando a categoria quanto ao andamento das manifestações até então executadas. Na oportunidade, contamos com a presença e o apoio de Fernando Ribamar (Coordenador Executivo da FENAMP e Presidente do SINDSEMP-PE).
Durante a tarde, os servidores se dividiram em dois grupos. O primeiro grupo participou da reunião do Conselho Superior do MPBA, que estava acontecendo na sede MP/CAB. Vestidos com a camisa amarela e usando nariz de palhaços, a presença dos “amarelinhos” despertou a curiosidade de alguns Procuradores que provocaram a abertura de espaço para os Servidores falarem, todavia a PGJ encerrou a sessão sem abrir tal espaço, demonstrando, mais uma vez, que o diálogo com o servidor não é a força motriz desta Administração.

Conforme deliberado em Assembleia, a diretoria do SINDSEMP-BA levou um bolo em comemoração aos 2 anos de estagnação do PL. nº 21.346/21015, o qual ficou exposto no rol de entrada da sede MP/CAB, durante a Sessão do Conselho Superior e na Galeria dos Ex-presidentes da ALBA.

Já o segundo grupo de servidores lotou as galerias da sessão plenária da ALBA e a presença dos “amarelinhos” foi maciçamente destacada durante o discurso de diversos Deputados, especialmente do deputado Adolfo Viana que apresentou um requerimento para a devida assinatura dos líderes da oposição (Dep. Leur Lomanto Jr.) e líder do governo (Dep. Zé Neto), a fim de que fosse dispensada as formalidades e nosso PL. 21.346/2015 colocado em votação naquela sessão.
Além disso, o deputado Adolfo Viana trouxe a informação de que naquela manhã, o secretário da Fazenda do Estado anunciou em audiência pública que a Receita da Bahia saiu do limite prudencial, caindo por terra a justificativa de impedimento até então apresentada à nossa categoria, embora tenhamos sempre reforçado que o nosso PL busca apenas dar autonomia à Administração Superior do MPBA para gerir nossa carreira e que não tem qualquer relação com a suposta crise do Estado da Bahia.
Infelizmente, o requerimento que possibilitaria a dispensa de formalidades para votação do nosso PL no dia de ontem foi assinado apenas pelo deputado Leur. De forma persistente, um grupo de servidores abordaram o deputado Zé Neto, reforçando a importância da votação do PL 21.346/2015 para “descongelamento” da carreira dos servidores, porém ele se mostrou irredutível. Além disso, nos informou que não dependia daquela Casa Legislativa a aprovação do nosso Projeto, mas sim de determinação dos Chefes de poderes envolvidos.
Dessa forma, embora frustrados, os servidores presentes compreenderam a importância do movimento e destacaram a necessidade de EVOLUÇÃO. De que forma? Avançando no trabalho de conscientização dos demais servidores. Afinal, essa é uma luta que beneficiará a TODOS!!!
Embora sem vitória palpável, encerramos a atividade na certeza de que novos rumos precisam ser trilhados de forma madura e planejada. Nesse sentido, diante do horário avançado, a diretoria do SINDSEMP-BA, bem como os bravos servidores ainda presentes decidiram pela suspensão da Assembleia convocada para aquela ocasião, devendo sair nova convocação em data oportuna.

Enquanto isso, a Diretoria do SINDSEMP-BA gostaria de PARABENIZAR cada um dos servidores que participaram no dia de hoje, seja aderindo à paralisação e/ou seja participando dos Atos, além de convocar toda a categoria a amadurecer os próximos passos para o nosso trabalho, podendo tais ideias serem levadas e apresentadas em Assembleia.

Com informações do SINDSEMP-BA

Últimas

FENAMP participa de reunião com líder Frente Parlamentar Mista da Reforma Administrativa

A FENAMP e a ANSEMP participaram, na quarta-feira (21), de reunião com o líder Frente Parlamentar Mista...

Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público apresenta pedido de suspensão da tramitação da PEC 32/2020

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) protocolou, na noite de quarta-feira (21),...

Em ação com outdoors, SINDSEMP-SE dá visibilidade na luta contra Reforma Administrativa

O SINDSEMP-SE está empenhado na campanha de informação sobre os malefícios da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020,...

Frente Servir Brasil cobra divulgação de dados que governo federal usou para Reforma Administrativa

Os parlamentares da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) protocolaram, na noite desta quarta-feira (21/10), um mandado de segurança que solicita ao Ministério da Economia abertura de dados que deram suporte à PEC 32/2020, conhecida como a Reforma Administrativa.

Mais Lidas

- Advertisement -

Você tambám vai se interessarRelacionado
Para você