Liminar manda governo retirar do ar propaganda sobre reforma da Previdência

-

A decisão liminar diz ainda que a proposta de reforma da previdência não se inclui em categoria de “atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos” e “promove um projeto de reforma ligado a programa do partido político que ocupa o Poder no Executivo Federal”.
A Juíza Federal da 4ª Vara de Porto Alegre, Marciane Bonzanini, deferiu, na manhã desta quarta-feira (15), liminar “determinando a imediata suspensão, em todo o território nacional, de todos os anúncios da campanha do Poder Executivo Federal sobre a reforma da previdência nas diversas mídias e suportes em que vêm sendo publicadas as ações de comunicação”.

A liminar atende à ação civil pública impetrada por vários sindicatos de trabalhadores do Rio Grande do Sul, componentes do Fórum Gaúcho em Defesa da Previdência, entre eles, o SIMPE/RS, entidade filiada à FENAMP. De acordo com a juíza, “a campanha publicitária impugnada, feita com recursos públicos, promove um projeto de reforma ligado a programa do partido político que ocupa o poder no Executivo federal”.

A liminar diz ainda que a proposta de reforma da previdência não se inclui em categoria de “atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos”.

A decisão se estende à televisão, rádios, publicações impressas (jornais e revistas), rede mundial de computadores, painéis de mídia exterior (outdoors) e de mídia interior (indoors instalados em aeroportos, estações rodoviárias e em quaisquer outros locais públicos), sob pena de multa diária de R$100.000,00 em caso de descumprimento.

Com informações da Revista Fórum

Últimas

Entidades filiadas à FENAMP e à ANSEMP irão distribuir 8,9 mil cartilhas sobre “Prevenção e Enfrentamento ao Assédio Moral e Sexual”

A FENAMP e a ANSEMP, juntamente com suas entidades de base filiadas, realizaram a impressão de 8,9...

Saiu da Mídia: Movimento a Serviço do Brasil lança manifesto por uma reforma administrativa e por uma PEC emergencial que otimizem o Estado

O Blog do Servidor, do jornal Correio Braziliense repercutiu a nota do Movimento a Serviço do Brasil...

O impacto da Reforma Administrativa para os atuais servidores públicos

O 14º Estudo Técnico publicado pela Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) traz informações e revelações relevantes para o debate sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020. A emenda altera disposições da carta magna que versam sobre servidores, empregados públicos e organização administrativa.

Servir Brasil e Frente da Reforma Administrativa debatem PEC-32 em live

Os deputados federais Professor Israel Batista (PV/DF) e Tiago Mitraud (Novo/MG), presidentes das frentes parlamentares mistas em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) e da Reforma Administrativa, respectivamente, vão participar de uma live nesta quinta (03), às 15h. As duas frentes parlamentares têm pontos de vistas distintos em relação à Proposta de Emenda Constitucional (PEC).

Mais Lidas

Você tambám vai se interessarRelacionado
Para você