PARAÍBA: Colégio de Procuradores aprova proposta que garante data-base 2017 para servidores do MP

0
478

A proposta que garante a data-base 2017 dos servidores do Ministério Público da Paraíba foi aprovada, por unanimidade, durante sessão ordinária do Colégio de Procuradores de Justiça (CPJ) do MPPB desta segunda-feira (13). O percentual aprovado foi de 5,5%, em duas parcelas de 2,75%, com vigência a partir dos meses de janeiro e dezembro deste ano.

O presidente do Sindicato dos Servidores do Ministério Público da Paraíba (SINDSEMP-PB), Daniel Guerra, agradeceu aos Procuradores pela aprovação e disse que o colegiado sempre esteve ao lado dos servidores e do cumprimento da lei.

Daniel lembrou que apesar da aprovação, a proposta não contempla integralmente os anseios da categoria, principalmente por ficar aquém do índice de inflação do ano passado, que foi de 6,29%. Ele disse que o fato de a proposta ter sido apresentada em duas parcelas, quando deveria ter sido integralmente cumprida em janeiro , também contribuiu neste sentido. “A proposta não supera a inflação,e além de não corrigir as perdas, a categoria também acumula outras perdas referentes ao ano anterior”, disse.

Outro ponto que ficou a desejar, na visão da categoria, é o fato de a proposta não contemplar as perdas acumuladas no ano anterior e não abranger as verbas indenizatórias.Daniel Guerra disse que apesar de não ser o cenário ideal, os servidores compreenderam as dificuldades do atual cenário econômico por que passa o país.  “Por outro lado, ficamos felizes com a aprovação da proposta e agora vamos procurar a Assembleia Legislativa para que o nosso projeto seja colocado em pauta e sancionado o mais breve possível”, afirmou.

Fonte:  SINDSEMPPB